Núcleo Acadêmico Simers

Área do sócio

Núcleo Acadêmico Simers

 

Trote Solidário mobiliza Porto Alegre, Canoas e Novo Hamburgo no final de semana Voltar

20 10:07:00/08/2018

Imagem Capa Post Núcleo Acadêmico SIMERS

Rosa Maria Barbosa é baiana, mas vive em Porto Alegre, onde está prestes a iniciar os estudos em Medicina pela UFRGS. Embora ainda seja caloura, ela experimentou nesta sexta-feira (17) a sensação de salvar vidas: como participante do Trote Solidário do Simers, ela foi até o Hospital de Clínicas de Porto Alegre para doar sangue. “Eu acho muito bacana porque, além de estar participando do trote, que é o momento que todos esperam, nós estamos ajudando pessoas. Quando queremos ser médicos, buscamos ajudar, queremos salvar vidas. Por tabela, nem iniciamos a faculdade e já estamos fazendo isso com a doação de sangue”, ressalta.

Na sexta-feira, os acadêmicos doaram sangue aos hemocentros das suas cidades. Já no sábado (18) foi a vez de envolver a comunidade e arrecadar alimentos nos supermercados locais.

O Trote Solidário é uma parceria do Simers com as universidades, bancos de sangue e Banco de Alimentos do Rio Grande do Sul. O objetivo é extinguir a violência e substituir o “trote sujo” por duas ações solidárias: a doação de sangue e a arrecadação de alimentos não-perecíveis e materiais de limpeza em supermercados.

Para o diretor do Simers Núcleo Acadêmico, Henrique Rojas, muitas vezes os calouros entram pensando que salvarão vidas só no consultório ou dentro de hospitais. Doando uma bolsa de sangue, por exemplo, eles podem ajudar até quatro pessoas. “Além de trocar a violência do trote por uma ação solidária, a ação integra as turmas e cria, no estudante que entra no curso, o espírito solidário”, destaca Rojas.

Dedicação desde a formação

"Uma vez que vamos lidar com pessoas, devemos dedicar nossa atenção a elas desde já".

Essa é a frase de Marina Pinzetta, 20 anos, estudante de Medicina da Universidade Feevale, de Novo Hamburgo.

O estudante da Universidade Feevale Gerhardt Morales Britz, 21 anos, doou sangue pela primeira vez. Ele também esteve acompanhando a arrecadação de alimentos em Novo Hamburgo, que teve um resultado bem satisfatório:

"É importante que façamos o bem ao próximo não somente no ambiente de trabalho. Quero tornar disso um hábito".

 

Comunidade engajada

Quem colaborou, destaca a ação com positiva e incentivadora. “Achamos que sempre é possível ajudar ao próximo. Sempre colaboramos com essas campanhas”, revela a diarista Mirna Golfetto, 45 anos, que estava acompanhada do marido, o industriário Jaime Golfetto, 52, no Walmart, em Canoas. Em Novo Hamburgo, o casal Fernanda Becker, 34 anos, e Augusto Santanna, 38, também colaborou trazendo alguns alimentos. “Achamos essas causas importantes e procuramos ajudar”, complementa Augusto.

 

Tem mais

Neste final de semana, o Trote Solidário 2018 ocorreu em Porto Alegre, Canoas e Novo Hamburgo. A ação começou no dia 3 de agosto, em Lajeado, e nos próximos finais de semana segue em Passo Fundo, Caxias do Sul, Santa Maria, Uruguaiana e Pelotas.

Na edição de 2017, o Simers contabilizou 730 doações de sangue que beneficiaram aproximadamente 3 mil pessoas. Além disso, foram arrecadadas mais de 35 toneladas de alimentos não-perecíveis, que foram encaminhadas para o Banco de Alimentos.

 

Campanha premiada

O Trote Solidário conquistou o prêmio TOP Ser Humano no Estado, promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-RS).  O projeto social também arrematou o TOP Ser Humano Nacional, da ABRH Brasil.

 

Loader

Fechar