Núcleo Acadêmico Simers

Área do sócio

Núcleo Acadêmico Simers

 

Arrecadação de alimentos em Pelotas encerra a 14ª edição do Trote Solidário Voltar

25 11:22:00/09/2017

Imagem Capa Post Núcleo Acadêmico SIMERS

A atitude dos calouros do curso de Medicina da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) somada à solidariedade da população pelotense resultou em um alento à mesa de quem precisa de auxílio no Rio Grande do Sul. No segundo dia do Trote Solidário, sábado (23), a ação promovida pelo SIMERS, por meio do seu Núcleo Acadêmico, arrecadou 734 quilos de alimentos doados pelos clientes de três supermercados do município. A UFPel foi a última de 14 instituições de ensino que receberam a iniciativa nesse semestre.

Durante todo o sábado os estudantes se dividiram em grupos, revezando entre os turnos, na função de apresentar a iniciativa aos clientes e convidá-los a participar. No final, o resultado foi bastante satisfatório e encheu cerca de oito carrinhos de donativos que serão destinados à rede de Bancos de Alimentos do Estado. Um dia antes, na sexta-feira (22), os alunos já haviam dado início à campanha no município, reunindo-se para doar sangue no Hemopel.

 

Receptividade reconhecida

As ações foram elogiadas pela caloura do curso Mikaelle Bertoli, que se surpreendeu com a atitude dos colegas. “Eu estou gostando bastante, em algumas faculdades a gente sabe que o trote é bem pesado e aqui a gente não foi obrigado a fazer nada. Foi interessante, pois desde o início da faculdade estamos ajudando as pessoas, mostrando o nosso compromisso com a sociedade”, diz.

Para a sul mato-grossense Monique Martins, o Trote Solidário também foi importante por promover a interação entre os ingressantes do curso e facilitar a acolhida aos estudantes de fora da cidade. “Eu não poderia esperar uma recepção melhor. Para quem está chegando de fora, como eu, em num lugar diferente, onde você não conhece ninguém, não conhece a cidade, ser recebido dessa forma com todo mundo trabalhando juntos, é muito melhor”.

 

Atuação elogiada

Entre os donativos que encheram os carrinhos da campanha, estão os entregues pelo aposentado Carlos de Souza, que elogiou a iniciativa dos estudantes. “Eu acho bom que esses jovens tenham essa consciência e que sigam fazendo isso. Eu faço questão de ajudar e sempre que puder quero continuar colaborando”, diz.

A comerciante Nádia Sainz foi outra a contribuir com a ação e se surpreendeu com a iniciativa. Na sua opinião, o conceito do Trote Soldiário veio para ficar. “Eu não conhecia essa campanha, mas achei muito legal. É muito melhor esse tipo de ação, que é uma coisa saudável, do que pintar a cara dos alunos”, considerou.

 

Destinação garantida

Todo esse esforço dos alunos e desprendimento dos doadores foi reconhecido por quem depende de iniciativas como o Trote Solidário. Elena Engers, presidente do Banco de Alimentos de Pelotas, ressalta que todas as campanhas são muito bem recebidas pela entidade, porém essa tem caráter especial. “Estamos sempre contando com o apoio desse tipo de ação. Essa, especialmente, é interessante, pois acaba incutindo nos jovens a importância de ajudar e ao mesmo tempo eles podem ver que o trabalho deles tem um resultado significativo na sociedade”, contou.

Só na cidade de Pelotas, o Banco de Alimentos possui 47 instituições cadastradas, que serão beneficiadas pelos donativos arrecadados pelos alunos.

 

Iniciativa de sucesso

O Trote Solidário, que em 2017 chegou a 14ª edição, envolveu os alunos calouros e veteranos do curso de Medicina da UFPel em três pontos de coleta de alimentos: nos supermercados Nacional da General Osório e da Lobo da Costa e também no hipermercado BIG.

Consolidado como a maior iniciativa de recepção aos alunos que recém ingressaram em universidades, o Trote Solidário do SIMERS arrecadou no ano passado 34,6 toneladas de alimentos não perecíveis, além de incentivar a doação de 832 bolsas de sangue, que beneficiaram mais de 3,3 mil pessoas.

O sucesso já rendeu inclusive o reconhecimento da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), que premiou o projeto em 2013, com o prêmio estadual Top Ser Humano RS, e em 2014, com o prêmio Top Ser Humano Nacional, da ABRH Brasil

Loader

Fechar